About Me

Divulgação científica

Resumo "A Genética é Massa: criando animações stop motion"


Hoje trago um outro trabalho que foi apresentado no XIX Encontro de Genética do Nordeste - ENGENE, de autoria de Neco e Rocha. É um resumo interessante que pode ser utilizado como referência de trabalhos que envolvam educação e arte, atividades de simulação e novas ferramentas pedagógicas.


Confira o texto na íntegra:






A genética é massa: criando animações stop motion
NECO, H.V.P.C.; ROCHA, M.F.
Heytor Victor Pereira da Costa Neco (Universidade de Pernambuco - Instituto de Ciências Biológicas); Marília
de França Rocha (Universidade de Pernambuco - Instituto de Ciências Biológicas) ;
Palavras-Chave/Keywords: Ensino de genética, Stop motion, Vídeo de animação

Apesar dos esforços dos professores de Genética em tornar as aulas mais próximas do cotidiano, compreender este tema continua sendo difícil para boa parte dos estudantes. No entanto, a popularização das tecnologias digitais possibilitou que vídeos antes produzidos comercialmente passassem a ser desenvolvidos por professores e estudantes. Este trabalho objetivou a produção de micro-metragens de animação a partir da leitura de artigos da Revista Genética na Escola. Os vídeos foram produzidos pelas participantes da oficina "A Genética é Massa", durante a XI Semana Universitária da Universidade de Pernambuco, em outubro de 2011. Participaram da oficina quatro estudantes do Curso de Bacharelado em Ciências Biológicas e uma do Mestrado em Biologia Celular e Molecular Aplicada, todas do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Pernambuco. Na oficina, de três dias, as estudantes aprenderam sobre a técnica Stop Motion e leram artigos da Revista Genética na Escola, escolhendo um destes para realizar um vídeo. Foi aplicada a Stop Motion, uma das técnicas utilizadas para produzir um filme de animação, na qual utiliza-se a disposição sequencial de diferentes fotografias de um mesmo objeto inanimado para simular o seu movimento. Foram produzidos, com a utilização de massa de modelar e outros materiais, dois vídeos: "Mitose" e "Metamorfose", ambos de aproximadamente 50 segundos. O resultado obtido demonstrou que a técnica pode ter um impacto muito maior na educação quando o próprio estudante a realiza. Uma vez que se trata de uma atividade de simulação, os estudantes conseguem entender as etapas dos processos e, com imagens que eles mesmos criam, animando peça por peça, compreendem que muitos processos não ocorrem de forma independente, mas simultaneamente.

Os vídeos produzidos na oficina citada no texto podem ser conferidos clicando AQUI.

Gostou? Baixe o .PDF clicando na imagem abaixo.
É só clicar na imagem e depois em " Click here to start download from sendspace ".


About Heytor Neco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.