About Me

Notícias

Mudança climática pode tornar parasitas mais fortes

Um estudo que será publicado na próxima segunda na Nature Climate Change mostra que os parasitas tem a possibilidade de serem mais virulentos devido à mudança climática.

Na pesquisa, os cientistas perceberam que rãs sofrem mais infecções fúngicas quando a temperatura oscila inesperadamente. A explicação encontrada pelo grupo é que os parasitas, como fungos, protozoários e platelmintos, por exemplo, uma vez que são menores que seus hospedeiros e crescem mais rapidamente, podem se adaptar mais rapidamente a mudanças na temperatura.

Os pesquisadores utilizaram rãs cubanas em 80 incubadoras submetidas a diferentes temperaturas e a infecções pelo fungo Batrachochytrium dendrobatidis, parasita geralmente mortal para os anfíbios.

Os resultados mostraram que as rãs mantidas na temperatura de 25ºC por quatro semanas sofreram mais infecções ao serem transferidas para incubadoras a 15ºC com o fungo em relação as outras rãs que estavam estavam vivendo apenas na temperatura de 15 ºC.

Em outro teste feito, as rãs cubanas expostas a variações comuns da temperatura, entre 15ºC e 25ºC, como as mudanças naturais entre o período noturno e o diurno, resistiram melhor ao fungo.

Como conclusão, os pesquisadores perceberam que a aclimatação - processo que o ser vivo leva para acostumar-se a mudanças inesperadas na temperatura - das rãs leva 10 vezes mais tempo do que a do fungo.

No entanto, é necessário que sejam realizadas mais pesquisas envolvendo outros parasitas e hospedeiros para uma melhor confirmação, uma vez que o estudo foi feito em apenas uma espécie de rã.

About Heytor Neco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.