About Me

Notícias

Triquinose

Doença parasitária está relacionada ao consumo de carne de urso

A triquinose, uma doença parasitária, raramente costuma ser associada aos suínos, hoje em dia nos Estados Unidos, mas, no caso da carne de urso, a história é outra, e é bom ter essa informação em mente na próxima vez que alguém lhe oferecer um belo e suculento filé de urso ao jantar.

Ocorrem menos de 10 casos de triquinose por ano, nos Estados Unidos, e nos últimos anos a carne de urso respondeu por quase todos os casos não causados por carne suína, de acordo com um recente relatório do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos. Ursos pretos, especificamente.

Outras infecções foram causadas por carne de morsa, cervo, porcos selvagens - e, em um caso, por carne de onça. Dois pacientes que passaram mal contaram ter comido carne de urso crua enquanto a estavam usando para fazer salsichas. Mas a maioria da carne envolvida nos casos detectados da doença havia sido cozinhada - seja frita, grelhada, assada, preparada em micro-ondas ou em uma fogueira. Em alguns casos, a carne foi tanto grelhada quanto frita.

A triquinose pode ser fatal, mas nenhum dos casos recentes causou morte. A doença provoca dores de estômago, náusea e diarreia, inicialmente, seguidas semanas mais tarde por dores musculares, coceira, febre, calafrios e dores nas articulações.

Ordenar que a carne de urso seja bem passada não serve necessariamente como proteção, disse a Dra. Erin Kennedy, que trabalha na divisão de informações sobre epidemias no centro de prevenção de doenças e é a principal autora do relatório sobre a questão, publicado na edição de 4 de dezembro da revista Morbidity and Mortality Weekly Report.

Congelar a carne tampouco é garantia, porque alguns animais de caça estão infectados com uma forma de triquinela que resiste ao congelamento, ela disse. A solução seria cozinhar a carne a uma temperatura interna de pelo menos 70 graus.

Mas a maioria das pessoas não sabe como usar um termômetro de carne ao cozinhar, ela disse, acrescentando que "isso é uma pena".

About Heytor Neco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.