About Me

Microbiologia

Um Ecossistema Chamado Pele

Pele humana saudável é vista como um ecossistema

Há muito tempo cientistas e germófobos sabem que a pele humana, literalmente, da cabeça aos pés, está sempre repleta de bactérias e outros microrganismos. Um novo estudo, publicado em 28 de maio na Science, mostra que a pele hospeda muito mais desses pequenos organismos que se pensava.

No corpo de um adulto saudável estima-se que células microbiais superem o numero de células humanas de um fator de dez para um. Essas comunidades, no entanto, são pouco estudadas, e seus efeitos no desenvolvimento da fisiologia, imunologia e nutrição humanas são praticamente desconhecidos.

Numa tentativa de aproveitar avanços tecnológicos recentes e desenvolver novos métodos, o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos (NIH, da sigla em inglês), iniciou recentemente o Projeto do Microbioma Humano (HMP, na sigla em inglês). A intenção,neste caso, é gerar recursos que permitam uma caracterização abrangente da microbiota humana e uma análise do papel que ela desempenha na saúde e nas doenças.

Pesquisadores envolvidos no HMP sequenciaram genes provenientes de amostras da pele de voluntários e encontraram 19 filos e 205 gêneros diferentes de bactérias, e mais de 112 mil sequências de gene distintas. Estudos anteriores de cultura epitelial indicavam a existência de apenas um tipo de bactéria (Staphylococcus, cepa virulenta responsável pelas infecções estafilocócicas) como habitante principal da pele humana. Mas não há necessidade de exagerar nos bactericidas, pois a maior parte desses organismos é inofensiva.

Fonte: Scientific American

About Heytor Neco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.