Destaque Tudo de Bio

terça-feira, 3 de setembro de 2013

3 de Setembro: Dia do Biólogo

Leia. Pesquise. Busque. Canse. Erre. Sofra. Acerte. Sorria. Publique. Escreva. Submeta. Chore. Gargalhe. Grite. Atualize. Selecione. Oriente. Elabore. Viva!

Não há verbo mais presente na vida e talvez na história. Talvez até tenha: Ser. Ser e Viver.

Hoje é o dia de quem estuda a vida (mesmo quando representa a morte).
Hoje é o dia de quem vê a beleza em um animal, em um osso, em uma samambaia, no meio ambiente, na molécula de DNA, na superfície de uma célula, na proteína recém-descoberta, nas espécies há tempos extintas, no mundo, na VIDA!

Hoje é o dia daqueles que estudam e lutam pela vida.

Daqueles que, muitas vezes tão escanteados, insistem em fazer o que mais gostam e com muito amor.

Parabéns, amigo biólogo, por sua força e sua vontade.
Parabéns por sua vida e pela diferença que vem causar no mundo.

Agora, para os "famintos" por certificados, criei um especialmente para vocês, assinalados por duas grandes personalidades da história da Biologia. Hahaha

Para ver a imagem melhor é só clicar sobre ela.



Sobre o Dia do Biólogo:

Devido à profissão ter sido regulamentada em um 3 de setembro, instituiu-se este o Dia do Biólogo. Convém aqui lembrar que os professores de Biologia, portadores de diploma universitário, também são Biólogos, desde que exerçam a profissão de educador.
O Biólogo é um profissional capacitado para, além de executar, pensar. A pesquisa básica na área das Ciências Biológicas é, hoje em dia, realizada em grande parte por Biólogos. Isso inclui técnicas aplicadas na medicina, no controle de pragas, e na preservação ambiental.

Fonte: Smart Kids

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Vírus H7N9 sofre mutação e pode infectar humanos

A organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou na última quarta-feira (10/04/2013) que o vírus H7N9, que só era infeccioso em aves, sofreu uma mutação que deixa humanos e outros mamíferos suscetíveis à infecção.
O porta-voz da OMS, Gregory Hartl, afirmou em uma entrevista coletiva em Genebra que foi detectada uma mutação no vírus que permite que os mamíferos se infectem.

Até então, pouco havia se falado sobre essa nova linhagem de vírus da gripe aviária, pois ainda não havia sido descrito em humanos. Agora, aos poucos, o vírus começa a ser comentado, uma vez que na última semana foi o responsável pela morte de seis pessoas das 14 infectadas na China. Hoje, o número de mortos já subiu para 10.

Hartl afirmou na entrevista que ainda "não há nenhuma evidência" de contágio de pessoa a pessoa, acreditando que a infecção se dá por via "ambiental", assim não há possibilidade de uma pandemia.


A situação é excepcional, segundo Bernard Vallat, diretor da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), pois o vírus é pouco patogênico nos frangos, mas causa uma doença severa nos humanos.

Para a OIE, o controle por enquanto deverá ser feito através do sacrifício dos animais, pois a médio prazo  uma opção é a vacinação contra o H7N9. Porém, o desenvolvimento de uma vacina pode demorar algum tempo antes de ser produzida em quantidade suficiente contra o vírus.

Leia mais: H7N9 leva Xangai a fechar mercados e a abater aves              

Populares