Destaque Tudo de Bio

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Tudo de Bio 2011

O Retorno do Tudo de Bio
Heytor Victor


Feliz ano novo, pessoal!
É com muita alegria que eu retorno avisando que o Tudo de Bio 2011 está no ar.
Depois de quase seis meses parado por motivos universitários pessoais, o blog está de volta com tudo, realmente Tudo de Bio, a começar com o novo layout, clean e de fácil visualização e navegação.


Além dos conhecidos "Imagem da Semana", "Notícias" e "No Futuro...", o TDBio vai trazer a partir desta semana, algumas novidades. Confiram a seguir...

1- Sou + Bio

No Sou + Bio, nós entrevistaremos alunos dos cursos de ciências biológicas do Brasil. Aspectos como o porquê de ter escolhido Biologia, estágio, o que gostam, o que não gostam, universidades, projetos, mercado de trabalho e muito mais.
Se você quiser ser um entrevistado, basta mandar um e-mail para tudodebio@gmail.com com o assunto Sou + Bio que nós retornaremos rapidinho.

2- Downloads

Sabe quando você tem uma prova daqui a dois dias e ainda nem tirou a xerox para estudar? Pois bem, por isso, a sessão de downloads vai voltar recheada de livros e utilitários para ajudar todos os estudantes dos cursos da área de saúde.
Você pode fazer o pedido e nós faremos o possível para encontrar e postar aqui.

3- E eu com isso?

"E eu com isso?" ainda está em fase de desenvolvimento. O que posso dizer até o momento é que essa parte do blog vai apresentar histórias de pessoas (fictícias ou não) que não estão nem aí com o meio ambiente, nem aí com sua saúde, nem aí com nada disso, mas que logo terão uma resposta nossa do porquê mudar de atitude!

4- Enquetes

As enquetes serão mensais e trarão sempre um tema relacionado a Biologia ou a melhorias do nosso blog.

5- Tudo de Bio TV

A TDBio TV vai funcionar por meio de um canal do YouTube e trará entrevistas com profissionais das diversas áreas da Biologia.

Tudo isso e muito mais vocês vão conferir no Tudo de Bio 2011.
Só peço um pouco de paciência porque estou em ano de monografia e daí você já sabem.

Abração

Fumar: Dano Genético Expresso

Estudo: fumar causa danos genéticos minutos após inalação

Estudo realizado por cientistas americanos concluiu que a fumaça do cigarro começa a provocar danos genéticos minutos - e não anos - após chegar aos pulmões. A pesquisa foi publicada na revista Chemical Research in Toxicology.

Os pesquisadores envolvidos no estudo de pequeno porte descreveram os resultados como um alerta para pessoas tentadas a começar a fumar. A pesquisa é a primeira feita em humanos detalhando a forma como certas substâncias presentes no tabaco provocam danos ao DNA associados ao câncer.

Danos ao DNA


O cientista Stephen S. Hecht e sua equipe comentam no artigo que o câncer de pulmão mata três mil pessoas por dia, a grande maioria delas, em consequência do fumo. O fumo também está associado a pelo menos 18 outros tipos de câncer.

Há evidências de que substâncias nocivas presentes na fumaça do cigarro, chamadas hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (ou HPAs), seriam responsáveis pelo câncer de pulmão. Até hoje, no entanto, os cientistas não tinham informações sobre a forma específica como os HPAs presentes na fumaça do cigarro danificavam o DNA humano.


Como parte do estudo, financiado pelo Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos, os cientistas adicionaram um HPA específico, o fenantreno, a cigarros, e depois monitoraram o progresso da substância nos organismos de 12 voluntários que fumaram os cigarros.

Substâncias tóxicas


Os cientistas dizem ter verificado que o fenantreno rapidamente formou substâncias tóxicas no sangue dos voluntários, provocando mutações que podem causar câncer.

Os fumantes desenvolveram níveis máximos da substância em um intervalo de tempo que surpreendeu os próprios pesquisadores: entre 15 e 30 minutos após os voluntários terminarem de fumar.


Os pesquisadores disseram que o efeito foi tão rápido que foi equivalente a injetar a substância diretamente na corrente sanguínea. "Este estudo é único", escreveu Hecht, um renomado especialista em substâncias causadoras do câncer encontradas na fumaça do cigarro e no tabaco sem fumaça.


"Ele é o primeiro a investigar o metabolismo humano de um HPA adquirido por meio de inalação de fumaça de cigarro, sem interferência de outras fontes de exposição como a poluição do ar ou a dieta. Os resultados relatados aqui devem servir como um aviso aos que consideram começar a fumar, completou Hecht.


Fonte: Terra Ciência

Populares